Image and video hosting by TinyPic
Quarta-feira, 18 de Maio de 2016

MAIS UM "HONESTO" NO NOVO GOVERNO BRASILEIRO. É O CAOS!

1 NOVO MINISTRO E REU.jpg 

Ministro Eliseu Padilha é acusado de ter superfaturado R$ 2 milhões para atender a pleitos políticos


O novo ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB), é réu em uma ação civil de improbidade administrativa na qual é acusado de ordenar o pagamento superfaturado de R$ 2 milhões a uma empresa, quando foi ministro dos Transportes do governo Fernando Henrique Cardoso (1997-2001).
Na ação, ajuizada em 2003 pelo Ministério Público Federal e aceita em 2013 pela 6ª Vara Federal do DF, Padilha é apontado como "lobista" que usou do seu cargo para atender a "pleitos políticos para pagamentos absolutamente ilícitos e ainda por cima superfaturados".
Houve demora na aceitação porque a Justiça Federal havia rejeitado a competência de cuidar da ação, alegando que caberia ao Supremo Tribunal Federal, mas depois o processo retornou à 6ª Vara Federal. Atualmente, está em produção de provas para depois ir para a sentença.
SUPERFATURAMENTO
No caso da dívida superfaturada, o extinto DNER (Departamento Nacional de Estradas e Rodagem), hoje Dnit, pagou um precatório da empresa Comércio, Importação e Exportação 3 Irmãos por meio de um acordo extrajudicial no qual ficou estabelecido o valor de R$ 2,3 milhões.
Segundo o Ministério Público, a empresa só teria direito a R$ 185 mil, por se tratar de uma dívida do DNER referente ao uso, por 82 dias, de um prédio da empresa. O superfaturamento foi apontado pela Secretaria Federal de Controle Interno e pelo Tribunal de Contas da União.
"Bastaria o bom senso para compreender que 82 dias de uso de um prédio (...) não poderia custar quase o valor do prédio", escreveu o procurador Luiz Francisco Fernandes de Souza, autor da ação.
Padilha é apontado, em documentos e depoimentos, como mandante do pagamento, a pedido do ex-deputado Álvaro Gaudêncio Neto.
O processo de pagamento do precatório tem um ofício do assessor especial do ministro, Marcos Antônio Tozzatti, no qual pediu "a maior brevidade possível" para resolver o caso e disse que era "de ordem do excelentíssimo senhor ministro dos Transportes, Eliseu Padilha". O ofício foi enviado ao DNER.
Segundo o Ministério Público, outros ofícios do Ministério dos Transportes também foram despachados ao DNER para cobrar o cumprimento da demanda.
Padilha também é alvo de uma segunda ação de improbidade movida em 2014, acusado de manter uma servidora fantasma, ainda sem decisão sobre o prosseguimento.

Etc e Tal às 14:41

Link do Post | Comentar
partilhar

SETÚBAL E ARREDORES - Cláudio Fernando:


..

TRADUTOR
TRANSLATOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
... Image and video hosting by TinyPic ..

..
TOTAL VISITANTES
DESDE JUNHO 2007
Web Counter
NESTE MOMENTO OBRIGADO PELA VISITA ...

BLOG BARREIRO

"A PARAGEM DO 18"

Clique na imagem

<

...

SETÚBAL E ARREDORES - Cláudio Fernando:

... ...
.. ..

ARQUIVOS

Image and video hosting by TinyPic ..

..

-

.. Image and video hosting by TinyPic .. ...
CLIQUE AQUI:
... ...

-

 

Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30