Image and video hosting by TinyPic
Sábado, 7 de Fevereiro de 2015

ANTÓNIO GALAMBA ESCREVE NO ETC & TAL

15 Antonio Galamba PS.gif

 COM OS ESTATUTOS DO COSTA PS VOLTA ATRÁS

No sábado passado, a Comissão Nacional do PS, da qual não faço parte, aprovou a proposta de estatutos apresentada por António Costa. Os estatutos de António Costa eliminam direitos dos militantes e reduzem a democracia interna do PS.O aparelho sai reforçado, os socialistas saem a perder. O PS tem hoje menos democracia interna. Explico-me: Há 3 anos, sob proposta do então Secretário-Geral, António José Seguro, foram aprovadas as diretas para a designação dos candidatos a Deputados e a Presidentes de Câmara. Pela primeira vez, na história do PS, um grupo de militantes poderia “obrigar” à realização de eleições diretas, aberta à participação de todos os militantes do PS. Não foi fácil fazer aprovar esta proposta. Havia muitas resistências. Houve mesmo apoiantes de António Costa que colocaram o PS no Tribunal para impedir o processo (sem êxito). Sei do que falo, pois eu próprio coordenei o processo de elaboração e aprovação dos Estatutos de 2012. Mas conseguimos que fosse aprovada e concretizada nas últimas eleições autárquicas. No sábado, com a proposta de António Costa, o PS recuou e reforçou os poderes das estruturas federativas e concelhias. Os militantes deixaram de poder ter voz ativa na escolha dos candidatos do PS a presidentes de câmara e a Deputados. No caso das candidaturas a deputados, os militantes deixaram de poder apresentar candidaturas individuais aos secretariados das federações. Os eleitos nos órgãos por outros projectos políticos diferentes dos maioritários deixaram de poder ter capacidade de intervenção na escolha dos candidatos a deputados. 1/3 dos membros da Comissão Política da Federação poderiam promover uma lista alternativa e determinar que a escolha final fosse feita pelos militantes. Perdeu-se pluralismo. Passados quatro meses, o PS é hoje um partido mais fechado: as diretas acabaram e as primárias só se realizarão se for essa a vontade do secretário geral. Com os estatutos de António Costa já nem as concelhias têm autonomia na designação dos candidatos a Presidentes de Câmara, pois as suas decisões têm de ser ratificadas pelas federações. Em vez de se abrir, o actual PS está a fechar-se sobre si próprio. Ao contrário do que foi dito, não há mais Democracia quando os militantes perdem direitos e as mesas dos órgãos nacionais, ao invés do que acontecia, são constituídas de forma monolítica, só com apoiantes do secretário geral.

António Galamba

Etc e Tal às 13:55

Link do Post | Comentar
partilhar

SETÚBAL E ARREDORES - Cláudio Fernando:


..

TRADUTOR
TRANSLATOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
... Image and video hosting by TinyPic ..

..
TOTAL VISITANTES
DESDE JUNHO 2007
Web Counter
NESTE MOMENTO OBRIGADO PELA VISITA ...

BLOG BARREIRO

"A PARAGEM DO 18"

Clique na imagem

<

...

SETÚBAL E ARREDORES - Cláudio Fernando:

... ...
.. ..

ARQUIVOS

Image and video hosting by TinyPic ..

..

-

.. Image and video hosting by TinyPic .. ...
CLIQUE AQUI:
... ...

-

 

Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30